Tire suas dúvidas sobre a tomografia com contraste

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Um tipo diferente de tomografia surgiu para suprir às necessidades de se distinguir aqueles tecidos que parecem iguais nos exames comuns. Falamos do contraste, nome comum às substâncias injetadas ou ingeridas que são responsáveis por diferenciar os tecidos ou estruturas moles com composição diferente e, assim, destacar a lesão ou doença daquela região. A Tomografia com Contraste faz uso do gadolíneo como principal agente, uma espécie de metal, e também utiliza o iodo.

tomografia-com-contraste-diagnostico-preciso

Perguntas e respostas sobre a Tomografia com contraste

  • Por que o contraste é importante?

O contraste é uma substância responsável por diferenciar ao máximo os tecidos doentes das demais estruturas e é muito importante, pois geralmente a aparência e o comportamento dessas estruturas são parecidos e o exame convencional não é capaz de diferenciar. Já na Tomografia com contraste a substância chega às estruturas como o coração, fígado e outros tecidos moles e faz com que a parte doente se comporte de forma diferente, dando maior precisão ao exame.

  • Há efeitos colaterais?

Caso a substância tenha sido injetada, é possível que o paciente sinta algum desconforto após o exame como calor no corpo, dor na região onde o contraste foi injetado, gosto estranho na boca e náuseas. E o risco de alergias? Tanto o iodado iônico – usado na tomografia – quanto para o gadolínio – usado na tomografia com contraste – apresentam riscos mínimos de alergia. No entanto, é de extrema importância que o paciente informe todas as alergias e os medicamentos que ingere no cotidiano.

  • Há contraindicações?

O uso de contraste deve ser evitado por pessoas que já apresentaram uma reação branda em exames anteriores, pacientes que têm tendência às reações alérgicas graves e pessoas com asma.

Antes e depois da Tomografia com contraste

Antes do exame é feita uma entrevista na qual o paciente deverá informar todas as alergias e remédios que toma no dia-a-dia. Também é importante que todos os exames anteriores sejam trazidos. Além disso, é fundamental que diabéticos, grávidas e pessoas que sofrem de alguma doença informem de suas condições de saúde ao médico.

No dia do exame, geralmente é necessário ficar em jejum de quatro horas ou até mais, caso faça uso de anestésico. Se for preciso utilizar antialérgico, este deverá ser ingerido quatro dias antes do exame, portanto não se esqueça de perguntar para o seu médico. Após o procedimento, é necessário que o paciente ingira muito líquido para que a substância utilizada no contraste seja liberada rapidamente.

A Tomografia com contraste normalmente não provoca efeitos colaterais. No entanto, há algumas pessoas que são alérgicas às substâncias utilizadas sem saber que são e, por isso, caso qualquer sintoma estranho seja notado, é importante que o médico seja avisado o mais rápido possível.

A Tomografia com contraste é muito importante para identificar as doenças presentes nos tecidos e que os exames comuns não conseguem visualizá-las. O seu médico pediu este tipo de exame e você está preocupado? Sinta-se à vontade para tirar suas dúvidas conosco por comentário. Estar relaxado para o exame é fundamental. Aproveite e assine nossa newsletter para acompanhar mais conteúdos sobre esse assunto.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×