A importância da ressonância magnética

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

ressonancia-magnetica-10

Até alguns anos atrás, antes de nos tornarmos totalmente digitais, abrir um corpo humano era a melhor forma de ver o que se passava por dentro dele, mas com o avanço da tecnologia medicinal, isso não é mais necessário, já que com apenas um equipamento de ressonância conectado à um computador nós conseguimos ter fotos perfeitamente nítidas do interior do nosso corpo para um profissional avaliar. Assim, a ressonância magnética no Butantã se tornou um dos mais modernos e poderosos exame de diagnóstico por imagem.

Por mais que uma ressonância assuste muitas pessoas que tem medo de lugares apertados e sem nenhuma válvula de escape, já que depois de iniciado o procedimento não pode parar, o diferencial desse tipo de exame é que as imagens são em alta definição, já que o corpo fica completamente exposto em um campo magnético, possibilitando dessa forma que doenças que não foram detectadas por meio de outros exames mais simples sejam detalhadas por meio deste processo tão avançado da tecnologia e radiologia.

A única regra da ressonância magnética no Butantã são que as pessoas devem tomar alguns cuidados devido a radiação existente durante o exame, sendo assim, é necessário a retirada de objetos metálicos, como brincos, por exemplo, dentre outros objetos que podem ser atraídos pelo campo magnético existente no aparelho. Os pacientes também devem manter um jejum de 4 a 6 horas antes de realizarem o procedimento, porém em alguns casos esse critério é desconsiderado. Ressonância magnética não é nenhum bicho de sete cabeças, então não perca tempo e venha logo agendar a sua para ter certeza de que o seu corpo está 100% saudável.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×