Quais exames diagnosticam câncer de mama?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O câncer de mama ainda é o que mais atinge e mata as mulheres, por isso é importante identificá-lo.  O primeiro exame de todos é o de toque, pois é o de mais fácil identificação de nódulos. Estima-se que o autoexame da mama deva ser feito uma vez por mês, todos os meses, 3 a 5 dias após o aparecimento da menstruação ou em uma data fixa nas mulheres que já não têm menstruação.

O mais comum que pode identificar o câncer de mama ainda na fase inicial é a mamografia, que consiste num raio X que permite observar se existem lesões na mama antes sequer de a mulher apresentar algum sintoma de câncer, como dor na mama ou liberação de líquido pelo mamilo, por exemplo. Normalmente, a mamografia deve ser feita todos os anos a partir dos 40 anos, mas mulheres com histórico de câncer de mama na família devem fazer o exame a partir dos 35 anos de idade. A mamografia é um exame radiológico ou de imagem, sendo um tipo de raio X das mamas. É um método que ganha destaque na medicina na detecção de câncer precoce da mama e o procedimento ideal na detecção de lesões que podem ser diagnosticadas como benignas ou malignas. Podemos também realizar um  exame de sangue para fazer o diagnóstico de câncer na mama é necessário fazer um exame de sangue completo incluindo os marcadores tumorais, também conhecidos por marcadores biológicos, que normalmente aparecem no sangue, ou têm os seus valores mais elevados, quando está ocorrendo um câncer.

Desta forma, as marcas tumorais mais comuns para detectar o câncer da mama incluem CA 125, CA 15.3, CA 19,9, além de CEA, MCA e Catepsina D. O ultrassom da mama também pode ser ótimo para acompanhar a saúde da mulher depois de fazer a mamografia.  Esse exame é particularmente indicado para mulheres com mamas grandes e firmes.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×