O que é cervicalgia?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Sabe aquela dor no pescoço? Ela pode ser cervicalgia! A coluna cervical é composta por sete vértebras, todas ligadas por músculos e ligamentos. Esta composição forma a ponte óssea entre a cabeça e o tronco, ela controla os movimentos da cabeça e assegura a sua sustentação. É a porção mais frágil da coluna vertebral.

A cervicalgia é uma dor localizada na coluna cervical. Ela pode ser crônica(quando dura por semanas) ou aguda (quando só dura alguns dias). A forma da cervicalgia aguda mais comum é a torcicolo. .
Principais sintomas:

  • Dor na nuca que pode irradiar para os ombros ou braços;
  • Rigidez na nuca;
  • Desconforto nos movimentos da cabeça;
  • Dores de cabeça;
  • Tonturas;
  • Formigamento no pescoço
  • Quando a dor se situa de um só lado e se espalha para o ombro ou braço, ela é chamada de nevralgia cervicobraquial.
  • Mudanças na postura;
  • Alteração da musculatura na área;
  • Alteração de força, sensibilidade e dormência no braço ligado ao local da cervicalgia.

Causas: Lesões musculares ou articulares, hérnia de disco, protusão discal, disfunção de ATM, entre outros. Assim, o diagnóstico pode ser feito clinicamente, levando em conta as características dos sintomas e o resultado do exame neurológico. Exames como raio-x, tomografia e ressonância magnética ajudam a determinar o tamanho da lesão e em que exata região da coluna está localizada. Um dos exames que podem trazer o diagnostico é o de eletroneuromiografia dos membros inferiores. Esse exame nada mais é do que um procedimento que é realizado com o objetivo de avaliar o estado e função do sistema nervoso periférico, e também o muscular, por meio da utilização de pequenos pulsos elétricos que são gerados pelo sistema, sendo a resposta do organismo registrada para ser conferida graficamente por um aparelho conhecido como eletroneuromiógrafo.

Sessões de reabilitação com um fisioterapeuta são recomendadas para reforçar e alongar os músculos cervicais, prevenindo e melhorando o quadro de dor.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×