Como é o diagnostico de doenças cardiovasculares?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Muitas vezes, uma variedade de meningites e encefalites assépticas deixava de ter um diagnóstico etiológico, pela ausência de um padrão ouro adequada. As doenças inflamatórias intestinais (DII) são alterações estruturais que provocam uma inflamação crônica no aparelho digestivo. As principais são a retocolite ulcerativa inespecífico e a doença de Crohn. A primeira atinge apenas o intestino grosso, enquanto a segunda pode comprometer principalmente o intestino delgado, o grosso e o canal anal.

Acredita-se que mais de 5 milhões de pessoas são acometidas pelas DII no mundo – e essa incidência está em ascensão. Elas são mais frequentes nos países desenvolvidos e principalmente no mundo ocidental, embora, desde o final do século 20, o número de casos tenha aumentado na Ásia, na América Latina e no Oriente Médio devido à industrialização e ocidentalização dos hábitos nesses locais.

A emergência do vírus da imunodeficiência humana (HIV) aumentou a necessidade de testes laboratoriais mais sensíveis, mais rápidos e menos invasivos para diagnosticar as consequências secundárias desta patologia: as infecções oportunistas. Estes processos infecciosos podem ser provocados pelo próprio HIV ou por uma série de agentes oportunistas tais como: Toxoplasma gondii, vírus JC, citomegalovírus, vírus da varicela zoster, vírus do Herpes simples, vírus do Epstein-Barr, micobactérias, vírus do herpes humano tipo 6, além de alguns fungos e bactérias. Estas síndromes apresentam-se com sinais e sintomas inespecíficos, podendo ocorrer múltiplos processos patológicos no SNC de um mesmo paciente, assim, se tornando quase impraticável o diagnóstico clínico. Com o advento dos quimioterápicos específicos, uma identificação acurada e precoce do agente causal da infecção se faz necessária para um melhor manejo do paciente, além de permitir ações de saúde pública, quando indicado. No contexto destas limitações, testes de amplificação de ácidos nucléicos, em especial de PCR, têm sido exaustivamente avaliados no diagnóstico das infecções virais, principalmente em pacientes com SIDA.

Agende agora seu exame na Scan Diagnóstico (Taboão da Serra):


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×